Apresentação do Encontro Veja a programação do Encontro Conheça os artistas Confira as Rodas de Prosa Feira de Oportunidades Sustentáveis Oficinas ministradas durante o Encontro Mostra de Cinema Petrobras Diário de São Jorge Material para imprensa Ficha Técnica do Encontro Entre em contato
 

O Encontro de Culturas Tradicionais reserva um ambiente dedicado às artes e ofícios ligados à cultura popular, em especial, ao trabalho dos artesãos da Chapada dos Veadeiros e de outras regiões do Brasil. É a Feira de Oportunidades Sustentáveis. Neste espaço nossos mestres artesãos apresentam seus produtos característicos, desenvolvidos a partir de técnicas específicas de transformação de matérias primas.

Montada na Praça do Artesão, na vila de São Jorge, a Feira conta com cerca de 20 estandes. Além da grande variedade de produtos artesanais serão comercializados quadros, esculturas em argila e buriti, roupas, acessórios, doces, produtos fitoterápicos e reciclados.

Da região da Chapada dos Veadeiros, a Associação dos Moradores de Niquelândia expõe o artesanato local. O MST de Alto Paraíso mostra seu trabalho desenvolvido a partir de flores do cerrado e o povo Kalunga, de Cavalcante, remanescente de quilombo, expõe alimentos, utensílios e artesanatos locais.

Os povos indígenas convidados para participar da Aldeia Multi-Étnica montada pela primeira vez nesta edição do evento também terão espaço para expor seu artesanato na Feira e mostrar assim, a riqueza e a diferença entre as diferentes etnias reunidas durante o evento.

A Comunidade de Mesquita, de Cidade Ocidental, será representada por seu produto mais característico”: a tradicional marmelada. Associações de várias cidades e de comunidades locais, como a Central do Cerrado, de Brasíla (DF), apresentam inúmeras possibilidades de aproveitamento das matérias-primas oriundas do cerrado.

Sustentabilidade
A mobilização e a grande circulação de público proporcionada pelo Encontro de Culturas fazem da Feira uma das mais procuradas atrações da festa. Artesãos e associações regionais se empenham em participar, o que faz da vila de São Jorge uma grande vitrine.

Essa iniciativa estimula a circulação de bens, valoriza a iniciativa e promove o encontro entre artesãos de várias regiões, representando um espaço de expressão da arte tradicional brasileira, seja ela índia, branca ou ex-quilombola.

Os produtores locais têm a oportunidade de trocar técnicas com participantes de outras lugares do país, além experiências sobre outras feiras e produtos. Essa aproximação gera debates sobre as demandas regionais de mercado, contatos e oportunidades importantes para o setor e às associações de artesãos. Com isso é estimulada uma pequena parcela da economia que, além de manter vivas tradições artísticas de vários grupos e estilos, colabora para diminuir os índices de desemprego, promovendo geração de renda.

 


Programe agora sua viagem para São Jorge. Encontre as pousadas, campings e restaurantes da Vila.


A experiência da boa música nordestina

26/05/09 - IX Encontro de Culturas
Vem aí o IX Encontro de Culturas Tradicionais da Chapada dos Veadeiros

02/08/08 - Encontro
Zambiapunga e Turma que Faz celebram o fim do VIII Encontro de Culturas Tradicionais

02/08/08 - Arcoverde na Chapada
"É só tocar um pouco de Fogo que a explosão ocorre”