31/07/2008 18:39
Oficina
Alquimia cultural

por Alisson Alves, da Agência de Notícias Cavaleiro de Jorge

Durante toda a manhã, São Jorge sintetizou bem o espírito do Encontro de Culturas, que é de reunir e celebrar a multiplicidade de tradições populares existentes no Brasil. Aconteceram simultaneamente duas atividades que representam culturas distintas e que despertaram no público bastante interesse.  

No Espaço Petrobras foi realizado o Café com Causos, que começou com forró e chorinho da Orquestra Sanfônica de Mossoró (RN). Com pandeiro, triângulo e  sanfona afiados eles tocaram Tico Tico no Fubá enquanto o pessoal se acomodava nas cadeiras para ouvir os contadores de causo. Em meio a um clima bastante informal e um farto café da manhã, o pessoal se divertia com os causos carregados de trejeitos goianos.  

Os contadores Geraldino Mariano e Farid Abreu, integrantes do Centro de Tradições e Cultura de Goiás (CTCG), contaram causos como o da mulher que se casou dez vezes e ainda continuava virgem, o do caipira que foi ferroado por um marimbondo e o do pescador. Entre um causo e outro eram recitadas poesias que Narram o jeito de viver do sertanejo, tudo acompanhado por três fiandeiras do CTCG, que faziam fios de algodão na roda de fiar enquanto a platéia caia na risada. 

Ao mesmo tempo acontecia na Casa de Cultura Cavaleiro de Jorge uma Oficina de Ervas que ensinava os participantes a plantar, manusear e preparar as ervas. Luceli Morais, da comunidade quilombola do Cedro, em Mineiros (GO), ministrou a oficina e deu dicas de cuidados com as plantas e manejo sustentável. Ela ensinou a fazer remédios caseiros, explicou as propriedades medicinais de cada erva e falou sobre óleos essenciais e sobre cuidados com plantas que possuem substâncias tóxicas.  

Os participantes aprenderam a preparar um xarope expectorante à base de casca de jatobá, ipê roxo, açafrão, cravo, canela, hortelã, sabugueiro, alfavaca e guapo. Robson Vasconcelos, de Goiânia, se surpreende com os novos aprendizados que adquiriu. "Meu conhecimento sobre propriedades medicinais era quase zero. Agora já posso fazer um chazinho".  

Raquel dos Santos, do terreiro de São Jorge Filho da Goméia, Salvador (BA), ensinou a preparar um banho medicinal que serve de calmante e tranqüilizante natural. Raquel encerra a oficina com uma frase que diz muito do intuito do Encontro de Culturas. "Não vim aqui ensinar nada. Vim trocar experiências". 

enviar por e-mail | imprimir
topo da página | mais notícias

26/05/2009 - IX Encontro de Culturas
Vem aí o IX Encontro de Culturas Tradicionais da Chapada dos Veadeiros

02/08/2008 - Encontro
Zambiapunga e Turma que Faz celebram o fim do VIII Encontro de Culturas Tradicionais

02/08/2008 - Arcoverde na Chapada
"É só tocar um pouco de Fogo que a explosão ocorre”

01/08/2008 - Entrevista
“Incelente Maravilha”

01/08/2008 - Show
Música caipira faz as honras da casa


Conheça o espaço que o Encontro de Culturas preparou dedicado às artes e ofícios da cultura popular.


Programe agora sua viagem para São Jorge. Encontre as pousadas, campings e restaurantes da Vila.


Crônica
Pajé-Curandeiro Kisibi Sumu

 

Início | O Encontro | Programação | Imprensa | Palavra do patrocinador | Notícias | Ficha Técnica | Patrocinadores | Contato

2008. Encontro de Culturas Tradicionais da Chapada dos Veadeiros. Um projeto da Casa de Cultura Cavaleiro de Jorge.
Fotos e matérias podem ser distribuídas desde que citados os créditos da Agência de Notícias Cavaleiro de Jorge e do fotógrafo.

Desenvolvido por Carlos Filho - websites Goiânia - www.carlosfilho.com