Na oitava edição do Encontro de Culturas Tradicionais da Chapada dos Veadeiros, as Rodas de Prosa propõem diálogos e encontros entre representantes de culturas tradicionais, produtores e representantes de instituições apoiadoras. Os temas foram pensados no intuito de promover a troca de experiências em projetos e programas guiados para a sustentabilidade dos povos e culturas.

Neste sentido, firmou-se a parceria entre as Rodas de Prosa, a Rede das Culturas Populares e a Política Nacional de Desenvolvimento Sustentável dos Povos e Comunidades Tradicionais, com a fundamental presença de representantes de culturas tradicionais de diferentes lugares do Brasil, na busca de construir e divulgar políticas públicas que apóiem respeitando suas práticas, conhecimentos e modos de fazer diferenciados.

A luta pela sobrevivência cultural, a busca pela segurança alimentar, o reconhecimento, como patrimônio imaterial brasileiro, de suas práticas e saberes tradicionais, a proteção ao meio ambiente, a valorização e divulgação de suas expressões artísticas, a autonomia de seus territórios e os conflitos existentes nestes são alguns dos temas abordados pelas Rodas, que instigam uma avaliação em grupo dos caminhos traçados pela sociedade brasileira no que toca às culturas populares.

Os convidados serão representantes de diversos órgãos governamentais e não-governamentais, como o MINC, MEC, MMA, MDS, MDA, MTur, EMBRAPA, Seppir, Fundação Palmares, Ação Griô, Ação Escola Viva, Museu da Pessoa, Rede das Culturas Populares, Pontos e Pontões de Cultura, Nova Cartografia Social, Instituto Floresta Viva, Projeto Bagagem e Brasil Memória em Rede. Como protagonistas do diálogo, representantes de diversas comunidades e associações comunitárias, como indígenas Krahô, indígenas do Parque Nacional do Xingu, Faxinalenses, Mangabeiras, associações quilombolas, mestres e mestras de cultura. O objetivo é debater sobre os conflitos e celebrar os êxitos advindos de suas lutas e movimentos de resistência cultural. 

Mediação das Rodas

Chico Simões (Ponto de Cultura Invenção Brasileira – DF)

As Rodas de Prosa propõem diálogos e encontros entre representantes de culturas tradicionais, produtores e representantes de instituições parceiras. Com este objetivo, esta sendo provocado o encontro da Rede das Culturas Populares e a Comissão Nacional de Desenvolvimento Sustentável dos Povos e Comunidades Tradicionais. Os temas promovem a troca de experiências em projetos e programas guiados para a sustentabilidade dos povos e culturas.

Inscrições no local 24h antes do inicio das atividades.


Programação

25 de julho

14h30 - Sementes Crioulas – Experiências
Discussão de estratégias de conservação local e promoção do uso de sementes tradicionais, apresentando iniciativas de agricultores indígenas e comunidades que possibilitam a conservação e cultivo dessas sementes. Participantes: Alberto Silva (MMA), Luiz Balcewicz (MMA), Teresinha Garcia (Embrapa), representantes Krahô, MST e MAPA.

26 de julho

9h - Pontos e Pontões de Cultura – Experiências
Esta Roda tem por objetivo reunir e reforçar a rede entre os pontos e pontões de cultura nacionais para troca de experiências e construção de encaminhamentos. Participantes: Juliano Basso (Cavaleiro de Jorge), Sarah Faleiros (Museu da Pessoa), Chico Simões (Invenção Brasileira), Anderson Formiga (Ossos D’ Ofício), Virgílio de Alencar (Pontão de Cultura República do Cerrado), Sérgio Mamberti (Secretário Identidade e Diversidade).

28 de julho

9h - Comunidades e Povos Tradicionais: Quem Somos e Onde Estamos – Mapeamento
Apresentação do projeto de Pesquisa de mapeamento das comunidades e povos tradicionais de todo o Brasil, com o objetivo de mobilizar possíveis agentes comunitários. Participantes: Kátia Favilla (MMA), representantes Faxinalenses (PR) e Mangabeiras (SE), representantes da Nova Cartografia Social, Sérgio Mamberti (Secretário Identidade e Diversidade), membros da Comissão Nacional de Desenvolvimento Sustentável dos Povos e Comunidades Tradicionais.

14h30 - Comunidades Tradicionais e Sustentabilidade – Experiências Quilombolas
A roda tratará de experiências de agricultura e beneficiamento de matéria-prima voltada para o aprimoramento da segurança alimentar e nutricional das comunidades. Outras experiências voltadas para a sustentabilidade serão apresentadas. Participantes: Renata Leite (MDA), Paula Balduino (MDA), representantes Quilombolas (Itacaré - BA, Anjico - PI, Vale do Ribeira – SP/PR, Remanso - BA), João Paulo Santos Lima (ISA).

29 de julho

14h30 - Comunidades e Povos Tradicionais: Quem Somos e Onde Estamos – Experiências
Serão apresentados exemplos de comunidades tradicionais que buscam percepção de suas especificidades territoriais, como a comunidade dos Faxinalenses do Paraná, que já identificaram famílias pertencentes ao grupo, e as Mangabeiras, de Sergipe, que estão iniciando o processo de auto-reconhecimento e cadastramento de membros da comunidade. Participantes: Kátia Favilla (MMA), representantes Faxinalenses (PR) e Mangabeiras (SE), representante da Nova Cartografia Social, membros da Comissão Nacional de Desenvolvimento Sustentável dos Povos e Comunidades Tradicionais.

30 de julho

9h - Turismo Sustentável – Experiências
Debate sobre o conceito de turismo sustentável com  foco no turismo comunitário. Participantes: Rodrigo Ramiro (MTur), Filipe Mattos (COPPETEC/ITCP/UFRJ), representantes de pousadas domiciliares de Santo Amaro – MA, representantes do Projeto Bagagem de Lençóis – BA.

14h30 - Patrimônio Imaterial: Música ou musicistas? Artesanato ou artesãos?
Abordagem da crescente discussão de ampliação do conceito de patrimônio imaterial, incluindo os corpos e a saúde dos portadores do conhecimento. Participantes: Marise Gloria Barbosa (Curadoria), Adriana Parada, Dona Procópia, Museu da Pessoa.

31 de julho

9h - Fronteiras Interculturais – Conflitos e Atrações
Esta Roda procura abordar temas relacionados à violência e saúde nas comunidades a partir de diferentes perspectivas, como direitos humanos, religiosidade, conflitos interculturais e acesso à cidadania. Participantes: membros da Comissão Nacional de Desenvolvimento Sustentável dos Povos e Comunidades Tradicionais, membros da Rede de Culturas Populares e representantes de comunidades tradicionais.

01 de agosto

9h - Produção Cultural e Cultura Tradicional
A Roda visa discutir as relações entre produtores de culturas e comunidades tradicionais, enfocando em “como” e “por que” ocorre essa relação. Instaura a discussão acerca dos instrumentos de produção cultural e a acessibilidade dos mesmos para as comunidades. Temas correlatos serão abordados, como a questão dos direitos autorais e a espetacularização da cultura popular. Participantes: Ana Peigon (Cultura e Criatividade), Débora Aquino (Ossos D’ Ofício), Seu Estrelo (Cultura Acesa), produtores e comunidade local.

30 e 31 de julho e 1 de agosto

14h30 - Encontro Oficina - Rede das Culturas Populares
Os membros da Rede das Culturas Populares se encontra a fim de definir e planejar estratégias de atuação no 2° semestre, com a intenção de interlocução da Rede com a Comissão Nacional de Desenvolvimento Sustentável dos Povos e Comunidades Tradicionais. Participantes: Kátia Favilla (MMA), Anderson Formiga (Ossos D’ Ofício), membros da Comissão Nacional de Desenvolvimento Sustentável dos Povos e Comunidades Tradicionais.

 

Outras Prosas

Esta proposta nasce em  2008 como um desdobramento das Rodas de Prosa e se caracteriza pela exposição de temas na área de cultura popular brasileira por diferentes perspectivas. O principal objetivo desse espaço é debater com a sociedade tensões sociais, fluxos culturais, influências de costumes e modos de vida.

Inscrições no local 24h antes do inicio das atividades.

25 de julho

9h - O Professor Arion Rodrigues, um dos maiores lingüistas brasileiros e grande estudioso das línguas indígenas falará sobre sua especialidade.

28 de julho

9h30 - O etnomusicólogo congolês Kazadi Wa Mukuna apresentará seu estudo sobre a contribuição Bantu na música popular brasileira.

30 de julho

10h -  Antonieta Antonacci explana sobre as músicas e lutas políticas do povo negro.

31 de julho

10h - Adriana Parada expõe reflexões e material audiovisual sobre o povo Kalunga.

 


Conheça o espaço que o Encontro de Culturas preparou dedicado às artes e ofícios da cultura popular.


Programe agora sua viagem para São Jorge. Encontre as pousadas, campings e restaurantes da Vila.


Crônica
Orquestra Sanf˘nica de Mossorˇ

 

Início | O Encontro | Programação | Imprensa | Palavra do patrocinador | Notícias | Ficha Técnica | Patrocinadores | Contato

2008. Encontro de Culturas Tradicionais da Chapada dos Veadeiros. Um projeto da Casa de Cultura Cavaleiro de Jorge.
Fotos e matérias podem ser distribuídas desde que citados os créditos da Agência de Notícias Cavaleiro de Jorge e do fotógrafo.

Desenvolvido por Carlos Filho - websites Goiânia - www.carlosfilho.com