Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

 


19/07/2009 11:34
Aldeia Multiétnica abre em grande estilo

por Sinvaline Pinheiro

19/07/09  0 comentários  lida 1891 vezes enviar por email

A abertura contou com as etnias Krahô, Yawalapti, Kayapos e Avá-Canoeiros, o mamulengueiro Chico Simões, a Turma que Faz e grande público.


Etnias no abertura da Aldeia. Foto: Sinvaline Pinheiro

A abertura da Aldeia Multiétnica no IX Encontro de Culturas da Chapada dos Veadeiros aconteceu em grande estilo. Mesmo estando presentes apenas 4 etnias,  a Aldeia da Lua foi palco de uma grande festa de confraternização entre os krahos, kayapos mebemgokres, Yawalapti, Turma que Faz , Chico Simões. e turistas de várias partes do Brasil.

Os Krahôs apresentaram suas  danças de guerra e os hotxuas, os palhaços fizeram um espetáculo à parte encantando o público.

Os Kayapos exibiram suas danças de guerra e de despedida exibindo as pinturas corporais  de cores fortes e as muitas miçangas e sementes ostentando ainda mais a beleza do ritual.

Do Alto Xingu  no Estado do Mato Grosso os Yawalapti completaram o grande desfile de rituais indígenas. Logo em seguida a união das tribos e público numa  grande roda guiada pelo cacique Kayapó,  foi um momento de muita interação entre os presentes.

No espaço interno da Aldeia, a Radiola dos Povos  apresenta as novas atrações: A Turma que Faz com um grande espetáculo de músicas e bonecos levanta o público que grita e aplaude.

O artista Chico Simões com o houtxua krahô arrancam risadas de todos. Segue o espetáculo com magias, brincadeiras e culminando com uma grande rodas formada por indígenas, público e artistas.

Essa interação mostra como os povos podem viver em harmonia respeitando as diferenças e contribuindo para a formação de um mundo melhor, é o objetivo maior da existência da Aldeia Multiétnica.

Num canto à parte, isolados de tudo e sem sorrir três indígenas olhavam o espetáculo, pareciam não entender: eram Iwai, Niwathima e Trumak... E eles não podem entender pois foram impedidos de viver seus rituais pela força truculenta do homem branco.

 

Envie seu comentário
*Seu nome:
*E-mail (não será publicado):
Site (inclua o http://)
*Comentário:
*Preencha a resposta:
* campos obrigatórios

Comentários nesta matéria:

Seja o primeiro a comentar! Use o formulário ao lado e participe!

 


01/08/2009 | Lia de Itamaracá
  "Tiro minha energia do amor"
 
31/07/2009 | Opereta
  Doroty Marques e o mundo mágico do Turma que Faz
 
30/07/2009 | Percussão
  Mamour Ba, diálogo com os tambores
 
29/07/2009 | Capoeira Angola
  Mestre Cobra Mansa e o Permangola
 
27/07/2009 | Xilogravura
  Guará e sua arte
 
27/07/2009 | Cultura Digital
  Produtora Cultural Colaborativa
 
27/07/2009 | Comunidade Kalunga
  Zenira, a raizeira kalunga
 
26/07/2009 | Kalungas
  A tradição secular de descendentes dos escravos
 
25/07/2009 | Folia do Divino de Formosa
  Folia da Roça
 
24/07/2009 | Roda de Prosa
  As mulheres no Encontro de Culturas
 
23/07/2009 | Aldeia Multiétnica
  Aldeia dos povos
 
19/07/2009 | Aldeia
  Aldeia Multiétnica abre em grande estilo
 
18/07/2009 | Arte
  Moacir, o artista da Chapada
 
18/07/2009 | Feira
  Feira de Oportunidades Sustentáveis
 
18/07/2009 | Lançamento literário
  Entre os cimos nublados, uma solidão selvagem
 
16/07/2009 | Atrações
  Encontro de Culturas da Chapada dos Veadeiros
 



4854 visualizações - 23/07/2009
Interação aumenta a cada dia na III Aldeia Multiétnica

3100 visualizações - 03/07/2009
Fórum de Culturas Tradicionais do Estado de Goiás

   
Início | O Encontro | Programação | Imprensa | Notícias | Ficha Técnica | Contato
2004 - 2009. Encontro de Culturas Tradicionais da Chapada dos Veadeiros. Um projeto da Casa de Cultura Cavaleiro de Jorge e Asjor.
Fotos e matérias podem ser distribuídas desde que citados os créditos da Agência de Notícias Cavaleiro de Jorge e do fotógrafo.
Desenvolvido por Carlos Filho - Goiânia