Fulni-ô (PE)

Aldeados atualmente no município de Águas Belas (PE), os Fulni-ô ainda preservam grande parte de sua cultura, sendo a única etnia do Nordeste a preservar sua língua mãe, o Ia-Tê, pertencente ao tronco Macro-Jê. A língua materna é falada principalmente pelos adultos e os membros mais velhos. Porém continua cumprindo um papel importante dentro dos rituais sagrados, principalmente dentro do Ouricuri. Durante esse ritual, que dura os meses de setembro e outubro, todos os índios Fulni-ô mudam-se para outra uma segunda aldeia, permanecendo lá até o final da cerimônia.

Com 3.659 índios segundo o último dado da Funasa, os Fulni-ô também são conhecidos na literatura histórica como Carnijós ou Carijós. Durante algum tempo foram considerados os últimos descendentes dos Kariri, que também habitavam aquela região do alto e médio São Francisco. Porém, com um estudo mais aprofundado sobre a língua dessas etnias, percebeu-se que há uma considerável diferença entre elas, descartando a teoria da descendência.

Atualmente, essa etnia tem grande relação com o mundo dos brancos. Muitos Fulni-ô estudam na cidade de Águas Belas. Outros trabalham como professores, funcionários da Funai ou mesmo como mão de obra na construção civil. Mas, mesmo participando de atividades fora da aldeia, esses membros ainda são considerados índios Fulni-ô, pois participam do ritual Ouricuri.

Dentro da aldeia, a vida econômica gira basicamente em torno da agricultura de subsistência e também do comércio de artesanatos feitos de palma, como por exemplo, bolsas, esteiras, chapéus e abanos.

Com relação às manifestações culturais dos Fulni-ô, as principais são a dança e a música, inspiradas em vários animais, sendo o Toré o mais tradicional (Assista ao vídeo em http://www.youtube.com/watch?v=ULgYb1qUz3g). Os instrumentos mais utilizados são a maráca, o toré e a flauta.

Saiba mais

http://pib.socioambiental.org/pt/povo/fulni-o

Etnia Fulni-ô (PE) - IX Encontro de Culturas Tradicionais da Chapada dos Veadeiros from Encontro de Culturas on Vimeo.

Etnia Fulni-ô no IX Encontro de Culturas
O chefe da etnia Fulni-ô, Towe, fala sobre a realidade das reservas de Penambuco e os índios apresentam alguns de seus rituais.


Ih... nenhum áudio cadastrado ainda.

 






Desenvolvido por CarlosFilho.com2004 - 2010. Encontro de Culturas Tradicionais da Chapada dos Veadeiros. Um projeto da Casa de Cultura Cavaleiro de Jorge e Asjor.

Fotos e matérias podem ser distribuídas desde que citados os créditos da Agência de Notícias Cavaleiro de Jorge e do fotógrafo.