Aldeia Multiétnica

A presença indígena tem sido marcante no Encontro de Culturas desde a sua criação. Criada em 2007, a Aldeia Multiétnica surgiu como uma forma de colocar o público em contato direto com os costumes, tradições e modos de vida das etnias indígenas, tendo a vivência como meio de ação.

Espaço de integração cultural, a Aldeia desenvolve atividades que visam promover a interatividade dos grupos indígenas entre si e com o público. Rodas de prosa, oficinas de artesanato e pinturas corporais, exposições fotográficas e exibição de vídeos produzidos pelos próprios índios ganharam seu espaço cativo. Questões relacionadas a território, à participação dos índios no ambiente urbano, ao patrimônio estético e cultural destes povos, suas reminiscências na cultura popular e a educação especializada passaram a ter um espaço cativo com debates direcionados.

Em 2011, o projeto assumiu um novo formato com a construção de uma verdadeira aldeia indígena, instalada às margens do Rio São Miguel. O objetivo é que cada povo tenha sua “casa” no local, constituindo uma legítima Aldeia Multiétnica. Os Yawalapiti iniciaram esse novo modelo construindo - com auxílio da comunidade Kalunga - uma Oca Xinguana, a primeira da Aldeia.

Anfitriões da VI Aldeia Multiétnica os índios Kayapó que construirão a segunda moradia do local onde receberão outros povos, incluindo etnias que participam do evento pela primeira vez. Esse ano, o espaço recebe os povos Yawalapiti, Krahô, Xavante, Fulni-ô, Desana, Kaxinawa, Kuntanawa, Yawanawá e Guarani, formando um grupo de cerca de 200 indígenas.

A casa tradicional Kayapó seguirá os padrões das moradias ancestrais desse povo, que  originalmente é nômade. A linhagem será representada pelos índios da aldeia de Moxkarako. O grupo vive no Brasil Central – com aldeias presentes do Mato Grosso ao Pará.

são jorge & alto paraíso

Hospedagem e Alimentação

Saiba como chegar e programe sua hospedagem durante o evento.

 

galerias de fotos

Momentos do Encontro

Veja as galerias de fotos das apresentações que marcaram os 12 anos de Encontro  »