19 de julho a 02 de agosto de 2014

vila de são jorge . alto paraíso de goiás

III Encontro Quilombola

NOTA DA DIREÇÃO DO EVENTO:

Durante todos estes 14 anos o Encontro de Culturas é parceiro na construção de políticas públicas direcionadas aos Povos e Comunidades Tradicionais, fazendo uma aproximação entre as Comunidades, a Sociedade Civil e o Governo desta políticas, através de rodas de prosa e a sistematização de necessidades. Fizemos várias reuniões de articulação e tentativas, com uma afirmação de apoio dentro do Ministério da Cultura, na Secretaria Executiva, entre outros, que declinaram devido ao período eleitoral ou algum outro fator.

O ponto crucial para a decisão de cancelamento surge quando, ainda abalados com todas as dificuldades, somos surpreendidos com a notícia de que o único apoio garantido por edital público do Fundo de Cultura do Estado de Goiás, terá seu aporte realizado em 5 parcelas. O evento contava com esse recurso para a manutenção de uma programação mínima, inclusive a realização do Encontro Quilombola.

Nos últimos anos o Encontro de Comunidades Quilombola do Estado de Goiás  foi realizado  com muito sucesso somente com o apoio da Secretaria de Estado de Políticas para Mulheres e Promoção da Igualdade Racial - Semira. Programado este ano para os dias 24 a 28 de julho, adiamos o evento devido a possibilidade de também conseguirmos o apoio da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial do Governo Federal - Seppir. As atividades foram reprogramadas para os dias 31 de julho, 01 e 02 de agosto. Como as negociações não avançaram e o apoio proposto pela Seppir não atendeu a toda a demanda para a realização do evento, a realização acabou inviabilizada. Foi muito constrangedor para a Semira, nossa parceira, ter que desarticular cerca de 33 lideranças Quilombola do Estado de Goiás   

Agradecemos imensamente o investimento empreendido até o momento, mas diante de uma análise financeira das dificuldades enfrentadas pela falta do apoio governamental para a realização deste encontro, que esta em sua 14a edição, sem interrupção de apoio mesmo nos anos eleitorais anteriores, foi necessário decidir, para não piorarmos ainda mais nossa situação, e arcarmos com a maioria dos compromissos estabelecidos sem comprometermos tanto os grupos, comunidades tradicionais e artistas participantes.

--

III Encontro Quilombola

Goiás possui 22 comunidades quilombolas reconhecidas pela Fundação Palmares, entre elas o povo Kalunga, considerado a maior do país. Devido à grande quantidade de representantes desses grupos, o  Encontro de Comunidades Quilombola do Estado de Goiás tem como proposta promover uma integração entre os líderes de cada região, para que discutam políticas públicas voltadas aos povos tradicionais.

Comunidades

- Aparecida de Goiânia - Quilombo Urbano Jardim Cascata
- Barro Alto - Quilombo Antônio Borges e Santo Antônio da Laguna
- Cidade Ocidental - Quilombo Mesquita
- Colinas do Sul - Quilombo José Coleto
- Cromínia - Quilombo Nossa Senhora Aparecida
- Goianésia - Quilombo Tomás Cardoso
- Minaçu - Quilombo de Minaçu
- Mineiros  - Quilombo Cedro e Buracão
- Nova Roma- Quilombo Magalhães
- Posse - Quilombo Baco Pari
- Santa Rita do Novo Destino - Quilombo Pombal
- São João da Aliança - Quilombo Forte
- São Luiz do Norte - Quilombo Porto Leocádio
- Silvânia - Quilombo Almeida
- Trindade - Quilombo Vó Rita
- Uruaçu - Quilombo João Borges Vieira

Programação

Dia 31, quinta
09h às 12h- Acolhida e escuta das comunidades quilombolas (SEMIRA/Supir/ SEPPIR/PR)
14h – Abertura do III Encontro Estadual Quilombola
16h – Apresentação do Programa de Habitação Quilombola (AGEAHB/SEMIRA/Supir)
17h – Palestra com técnicos da Unidade Móvel de Atendimento a Mulher do Campo e da Floresta (Semira/ Supem)

Dia 01, sexta
08h30 - Palestra sobre o Enfrentamento ao Trafico de Pessoas (CEETP/Semira)
10h - Roda de conversa sobre Racismo Ambiental com quilombolas, ( Prof. Vinicius  Aguiar -  UFG/IESA LAgente, SEMIRA/SUPIR)
14h - Apresentação sobre editais da Fundação Cultural Palmares (Fundação Palmares/CONIR/Fórum Estadual de Mulheres Negras)
16h – Mulheres Negras em Pauta: Formação Política e Advocacy  e orientação da Unidade Móvel de Atendimento a Mulher do Campo e da Floresta ( Articulação de Mulheres Negras Brasileiras , Semira/ Supir/Supem)

Dia 02, sábado
9h- Rosa de Conversa sobre  Saúde da População Negra (Grupo de Mulheres Negras Malunga e SEMIRA/Supir)
10:30h Roda sobre Fomento da Cultura no estado de Goiás(Secult-Go)
14h - Encontro da Articulação Nacional Quilombola, (SEMIRA/SUPIR e Articulação Nacional Quilombola)
15h30 - Mobilização para Marcha Nacional das Mulheres Negras (Articulação realizadora ,Grupo de Mulheres Negras Malunga. Dandara do Cerrado, Lélia Gonzáles e Articulação de Mulheres Negras Brasileiras )
17h -  Palestra com técnicos da Unidade Móvel de Atendimento a Mulher do Campo e da Floresta (Semira/ Supem)

Todos os dias
- Atendimento da Unidade Móvel de Mulheres do Campo e da Floresta. (SUPEM/SEMIRA)
- Atendimento da CEETP/SEMIRA (Comissão Executiva de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas)

 

A Vila de São Jorge




Encontro de Culturas Tradicionais da Chapada dos Veadeiros é um projeto da Casa de Cultura Cavaleiro de Jorge.
A reprodução do conteúdo é permitida desde que citada a fonte e os créditos dos fotógrafos.