17 de julho a 01 de agosto de 2015

vila de são jorge . alto paraíso de goiás

Crônica

Encontro de saberes e fazeres

Mantendo o sonho de reunir a cultura escondida nos morros kalungas, nas aldeias indígenas, na sabedoria dos velhos moradores, se tornou o ponto de Encontro dos povos tradicionais
Sinvaline Pinheiro
Em 08/08/2016, 19:02


. Foto: Mariana Florencio

O pequeno povoado de São Jorge recebe turistas de todo o mundo e nessa entrada para o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros há 16 anos acontece o Encontro de Culturas Tradicionais.

Cercada pela floresta, cachoeiras e a diversidade de animais silvestres, a terra do cristal possui sua magia própria. Talvez esteja nos espíritos dos garimpeiros, indígenas e ciganos que por aqui passaram, no peso dos cristais que subiram as montanhas nos lombos dos burros, nas costas dos homens.

O povoado é cheio de histórias e estórias... Antes e depois do Encontro de Culturas. São amores furtivos aos guerreiros, às belas indigenas com seus cantos e pinturas corporais. São sonhos que surgem pisando a terra com eles nesses dias de Encontro e encontros.

Mantendo o sonho de reunir a cultura escondida nos morros kalungas, nas aldeias indígenas, na sabedoria dos velhos moradores, se tornou o ponto de Encontro dos povos tradicionais.

Neste ano, a Aldeia Multiétnica, situada as margens do rio São Miguel, recebeu povos Yawalapiti, Kayapó, Dessana, Kariri-Xocó, Fulni-ô e convidados.

Raizeiros, pajés, benzedores, curiosos, educadores, pesquisadores, ao som de flautas de bambu, tambores e maracás, puderam sentir a força que emana e aprender com eles que a sabedoria está ao redor da fogueira e entre as enormes montanhas verdes que circulam a Aldeia.

No palco, subiram vozes kalungas, mamelungos, violeiros e crianças voadoras do Projeto Turma Que Faz. Mais uma vez milhares de pessoas estiveram juntas no propósito da construção de um mundo melhor.

São Jorge lá de cima abençoou a multidão, que em procissão desfilava pelas ruas iluminada pelas velas kalungas. Não existem diferenças e, sim, pessoas de várias línguas, cantos e gestos, que unidas fazem do Encontro de Culturas um grande encontro de saberes. 

 

A Vila de São Jorge




Encontro de Culturas Tradicionais da Chapada dos Veadeiros é um projeto da Casa de Cultura Cavaleiro de Jorge.
A reprodução do conteúdo é permitida desde que citada a fonte e os créditos dos fotógrafos.